Nova distribuidora incentiva reabertura do Cine Cultura

(FOTO: Fábio Lima)

Aline Mil

Um documentário relatando um cruzeiro marítimo que, durante sete dias, percorre o trecho entre a capital pernambucana, Recife, e as deslumbrantes ilhas de Fernando de Noronha. Retrato de uma viagem dos sonhos no litoral nordestino? Sim. Mas enganam-se os leitores que, de imediato, imaginaram um filme com tomadas panorâmicas de paisagens paradisíacas, entrevistas com passageiros e narração em off. Pacific, longa produzido pelo cineasta Marcelo Pedroso, foi feito a partir da montagem de cenas e áudio captados pelos próprios passageiros a bordo de um navio, no final de 2008. Com câmeras digitais compactas em punho, os turistas de classe média registraram em vídeo cada momento do passeio. E é esse reflexivo documentário pernambucano que protagoniza a reabertura do Cine Cultura, nesta sexta-feira (23/9), às 19h30.

Temporário
Fechado há cerca de cinco meses, o cinema passa por processo licitatório para reformas na sala de projeção e também reorganização do quadro de funcionários. Segundo Marcela Borela, diretora do Cine, a reabertura durará apenas sete semanas, tempo de exibição da atual cartela de filmes da distribuidora Sessão Vitrine, da qual Pacific faz parte. A diretora relata que as reformas no cinema são simples e se resumem à troca do revestimento da sala de exibição, que hoje é carpetada; à digitalização do som; atualização do equipamento de projeção digital e também à nomeação de novos funcionários. Hoje, o Cine Cultura conta, por exemplo, com apenas um projecionista, o que impede o funcionamento pleno do cinema.

Jornalista, historiadora e cineasta, Marcela está contente com a oportunidade de reabrir as portas do Cine Cultura e firmar uma nova parceria, ainda que não haja prazo para a definitiva reinauguração do espaço. Na diretoria do Cine Cultura desde abril, assumindo o cargo exatos cinco dias após o fechamento do cinema, a diretora deixa claro que o foco principal de sua gestão nesses primeiros cinco meses tem sido pesquisar e contactar novas distribuidoras. “A Sessão Vitrine é uma distribuidora nova, fundada este ano e que reúne o que há de mais novo no cinema brasileiro em circulação, com foco no cinema de invenção, na atualização da linguagem”, explica. Todos os realizadores da cartela de filmes em cartaz a partir desta sexta-feira têm entre 25 e 30 anos. “É um cinema novo e ainda desconhecido pela maioria do público”, reafirma Borela.

Debate
Desde Agosto, Pacific está sendo exibido em várias cidades do País.  Ao todo, o documentário já carrega no currículo 5 prêmios e 13 participações em festivais e já foi exibido em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná e também em Brasília. Ao lançar seu olhar sobre o olhar dos personagens e ressignificar as cenas, Pacific revela um ensaio sobre as implicações políticas da fácil produção imagética na contemporaneidade. Longe dos estereótipos normalmente observados em documentários, o filme propõe uma reflexão sobre a própria sociedade brasileira.

Para Marcela, Pacific surge de um contexto afetivo, a partir de cenas emocionais, e segue para outro campo, muito crítico, ácido e ousado. “Pacific é um filme inquietante, que se coloca no centro do debate do documentário contemporâneo. Para mim, é um filme polêmico, bom de ser debatido”, pontua ela. O cineasta pernambucano Marcelo Pedroso estará no local durante a exibição do longa para uma conversa com o público, incentivando a reflexão. “O Cine Cultura é um espaço de avivamento do pensamento cinematográfico em Goiás. Aqui a ideia não é apenas exibir os filmes, mas ampliar e reflexão, formar novos públicos”, finaliza a diretora.

As sessões da Vitrine serão realizadas nas sextas, segundas e terças-feiras, às 18h30 e 20h30 (com exceção da sessão especial desta sexta-feira, que será realizada às 19h30) e, aos sábados e domingos, às 17h30 e 19h30. Os preços continuam acessíveis, sendo R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia entrada).

Serviço
Reabertura Cine Cultura
Exibição: Pacific / Brasil / 2009 / Português / Documentário/ 72′
Debate com presença do diretor Marcelo Pedroso
Sexta-feira (23/9), às 19h30.
Ingressos: R$6 (inteira) e R$3 (meia)

 

Texto publicado em A Redação

Anúncios

Sobre Cine Cultura

O Cine Cultura é o espaço de referência em Goiânia quando o assunto é o CINEMA. Inaugurada no dia 15 de julho de 1989, a pequena sala batizada de Sala Eduardo Benfica, com 98 lugares, apesar de pequena, abriu as portas para uma história de cinema que tem sido escrita com grande força em seus anos de existência. Dirigido ao longo de grande parte de sua história por Antônio Segatti – importante diretor de fotografia de inúmeras produções cinematográficas em Goiás – o Cine Cultura se firmou como principal espaço de exibição de filmes não-comerciais, proporcionando ao público experiências que os cinemas ditos “comerciais” não se interessavam em promover. Hoje, com 89 lugares (sendo um espaço para cadeirante), o Cine Cultura acompanha um momento decisivo de transição pelo qual passa o cinema mundial no século XXI. A tradicional projeção em 35mm que acompanhou toda a história do nosso cinema vem agora aliada à tecnologia digital, proporcionando uma maior democratização de acesso a uma quantidade inimagináveis de filmes disponíveis no circuito exibidor brasileiro e mundial. Como cinema que privilegia o que de melhor se produz no cinema contemporâneo, o Cine Cultura se coloca como o principal espaço de difusão de filmes de Goiás, exibindo lançamentos importantes do circuito comercial, sem nunca deixar de promover festivais e mostras especiais, buscando oferecer para o público goianiense, uma programação ampla e democrática, transformando o nosso cinema num espaço de convivência, reflexão e debate aberto a toda a sociedade. Buscar uma relação mais próxima e afetiva com o público é o principal projeto do Cine Cultura. Estar em contato direto com as pessoas, ser um catalisador de experiências audiovisuais, de aproximação com a cultura e com a arte através do cinema, é o que motiva o Cine Cultura. A ideia é construir um intenso e fértil ambiente onde a paixão pelo cinema possa florescer, a partir do qual o cinema possa ser conhecido em sua totalidade, sem limitações. Assim o Cine Cultura pretende ser o lugar onde as pessoas, cada vez mais, possam enfim se render ao poder transformador da sétima arte.

Publicado em 22 de setembro de 2011, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: