Escolha o filme para a quinta sessão do Cinealmofada

No mês de setembro a curadoria do Cinealmofada, realizado pelo Coletivo Cine Cultura, ficou por conta de Bruna Castanheira e João Henrique Pacheco. O critério para a escolha dos filmes das duas sessões desse mês foi amplo: a arte na vida cotidiana.

Propondo um olhar oriental e ocidental do tema, a intenção dessa curadoria é mostrar as diferentes relações entre os indivíduos e as artes. E como essa relação está presente de modo banal ou marcante na vida de cada um.

Através dessas obras, o público poderá se identificar. Afinal, são filmes de arte, atraentes e embutidos com a beleza do cotidiano.

Assim, o convidamos para conferir a ficha técnica dos filmes, escolher o seu favorito e votar na enquete abaixo. O filme mais votado será exibido na sessão do dia 9 de setembro.

SONATA DE TÓQUIO

Tokyo Sonata é o retrato de uma família japonesa aparentemente normal. O pai que bruscamente perde seu trabalho esconde a verdade de toda família; o filho mais velho que quase não pára em casa quer se alistar no exército de outro país; o mais novo, começa a fazer aulas de piano escondido dos pais, e a mãe, que sabe que seu papel é manter a família unida, não encontra suficiente vontade para isso. De alguma maneira, um profundo abismo aparece dentro da família, e se estende rápido e silenciosamente para desintegrá-los. Tudo isso num filme que parte do drama, chegando a parecer um filme de humor negro, mas sem perder nada.

Direção: Kiyoshi Kurosawa

Título Original: Tôkyô Sonata 

País: Japão

Ano: 2008

Gênero: Drama

Duração: 115′

Classificação Indicativa: Livre

 

UM INSTANTE DE INOCÊNCIA

Em Teerã, um ex-policial de seus 40 anos procura o cineasta Mohsen Makhmalbaf. Vem cobrar o cumprimento de uma antiga promessa. Dois anos antes, o diretor lhe prometeu um papel em seu próximo filme. Na verdade, o primeiro contato entre os dois homens deu-se muito antes, 20 anos atrás, em circunstâncias bem dramáticas. Era o governo do Xá Rheza Pahlevi. Mohsen, então com 17 anos, era um dissidente. Numa manifestação, apunhalou o policial, tentando tomar-lhe o revólver. Este defendeu-se atirando em Mohsen, que acabou preso e torturado. A Revolução Islâmica do aiatolá Khomeini muda todo o quadro político. Quinze anos depois do incidente, o mesmo policial, agora fora da força, candidatou-se a um papel em Salve o Cinema. Mas só dois anos depois é que isto acabou acontecendo. Então, o cineasta decide filmar o confronto entre os dois, desta vez usando atores. Não há vilões, nem heróis: só a tentativa de compreender dois pontos de vista opostos numa situação-limite.

Direção: Mohsen Makhmalbaf

Título Original: Nun va Goldoon

País: Irã

Ano: 1996

Gênero: Drama

Duração: 78′

Classificação Indicativa: Livre

A votação se encerra às 15 horas do dia 3 de setembro.

Anúncios

Sobre Cine Cultura

O Cine Cultura é um cinema público localizado na Praça Cívica, no centro de Goiânia. O cinema foi inaugurado em 15 de julho de 1989 e desde então se tornou uma referência em cinema de arte em Goiás. Sua programação privilegia filmes raros, só possíveis de serem mostrados fora de um circuito comercial hegemônico.

Publicado em 29 de agosto de 2012, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: