Arquivo mensal: novembro 2012

Cine Cultura será reaberto em 7 de dezembro com programação especial

O Cine Cultura, charmoso cinema público abrigado pelo Centro Cultural Marieta Telles Machado na Praça Cívica em Goiânia, será reaberto dia 7 de dezembro de 2012 após processo de reforma e revitalização. A sala de cinema retoma seu funcionamento com uma programação especial para o mês de dezembro e reserva novidades para o início de 2013.

No dia da reabertura, 7/12, dois filmes entram em cartaz no Cine Cultura: La Vida Útil – Um conto de cinema, de Federico Veiroj (Uruguai, 67’, 2010) e L’Apollonide – Os Amores da Casa de Tolerância, de Bertrand Bonello (França, 2011, 125’), respectivamente nas sessões de 18h30 e 20h30 de segunda à sexta e 17h e 19h no sábado e domingo. Neste dia, as sessões serão gratuitas e o público interessado deve chegar 30 minutos antes para retirar seu ingresso.

O filme La Vida Útil – Um Conto de Cinema é uma das grandes surpresas vindas do cinema uruguaio, vencedor de vários prêmios em festivais internacionais, e indicado do país à corrida pelo Oscar. Conta a história de Jorge, há 25 anos funcionário programador da Cinemateca de Montevidéu. Jorge não tem nenhuma experiência em outro trabalho que não seja com filmes. Ao perder o emprego, ele busca uma forma de alterar seu modo de vida a fim de se adaptar a um novo mundo que surge à sua frente. Mas, seja como for, Jorge percebe que são justamente os filmes que vão ajudá-lo a sobreviver.

L’Apollonide – Os amores da casa Tolerância, por sua vez, terá uma sessão especial neste primeiro dia de funcionamento do Cine Cultura. O público que acompanhar a exibição poderá conferir após o filme um show da banda Cambriana, revelação do rock independente brasileiro, cujo disco recém-lançado tem inspiração no filme de Bertrand Bonello. O show acontece no jardim interno do Centro Cultural Marietta Telles Machado e é exclusivo para o público que assistir ao filme. O Cine Cultura tem capacidade para receber 97 pessoas, sendo uma vaga reservada para cadeirante.

Luis Calil, vocalista e compositor das letras da Cambriana, revela que a relação do disco House of Tolerance da banda com o sedutor filme francês parte de um contraponto conceitual que ele quis criar e não de uma relação de conteúdo direta: “Vi o filme e achei fantástico. Na época que vi a tradução inglesa do título ainda era “House of Tolerance”. Achei esse nome uma frase que tinha uma relação bem interessante com as letras que tinha escrito, que faziam referências justamente ao contrário: comportamentos do cotidiano que não eram exatamente “intolerantes”, mas sim excludentes. Então decidi roubar esse título pro disco porque ele funcionava como um contraponto – não irônico – às ideias exploradas no disco. E foi meio que uma homenagem também, porque o filme é realmente excelente, e eu acho que a “vibe” dele é algo que eu queria que fosse associada às nossas músicas e à nossa banda”.

O filme mostra o bordel L’Apollonide na Paris do início do século XX vivendo seus últimos dias. Neste mundo fechado, onde alguns homens se apaixonam pelas belas mulheres que ali vivem (atrizes em atuações impecáveis) e outros se tornam viciosamente dependentes, as garotas dividem seus segredos, suas rivalidades, seus medos e suas dores, num contexto em que o real se desmancha diante dos olhos.

O novo Cine Cultura 

Após 1 ano fechado, o Cine Cultura volta a oferecer à sociedade a melhor programação de cinema de Goiás. Como único cinema da cidade de Goiânia a participar de um circuito não hegemônico de exibição cinematográfica, o Cine Cultura retoma suas atividades em condições de oferecer uma fruição artística cada vez melhor à seu público.

O Cine Cultura passou por reforma estrutural e adequação tecnológica, além de ter uma nova equipe trabalhando em seu funcionamento. Uma nova saída de emergência foi construída e a sala tem novo revestimento, razão pela qual está eliminado o mofo que o carpete gerava. Também com novo processamento de som para projeção 35mm e tendo projeção digital implantada, o cinema mais charmoso de Goiás agora recebe diversos suportes de exibição, tem uma sala com melhor tratamento acústico e uma cabine de projeção automatizada.

Vivendo hoje um reposicionamento de imagem diante da sociedade através do trabalho que o Coletivo Cine Cultura (Associação dos Amigos do Cine Cultura)faz por meio de projetos como o bem-sucedido Cinealmofada (exibições de filmes ao ar livre em frente ao cinema), o Cine Cultura tem condições de ampliar seu funcionamento a partir das novas demandas de um público cada vez mais exigente e diversificado.

O Cine Cultura é um cinema público mantido pela Secretaria de Estado da Cultura de Goiás. É dirigido pela cineasta Marcela Borela desde abril de 2011 quando foi fechado por problemas técnicos que perduravam há meses. Reabriu em setembro de 2011, ainda em condições precárias, para receber filmes brasileiros contemporâneos através da Sessão Vitrine, realizada pela distribuidora brasileira Vitrine Filmes. Foi fechado para reforma em dezembro de 2011. Desde então, Marcela Borela e equipe trabalham para implantar as mudanças necessárias para o funcionamento adequado da sala, bem como para mobilizar a ampliação de sua atuação social. Destaca-se nesse processo a chegada do crítico de cinema Rafael Castanheira Parrode (Revista Cinética) para realizar a função de programador do Cine Cultura.

Hoje, revitalizado do ponto de vista tecnológico e de imagem, o novo Cine Cultura está pronto para continuar a oferecer ao público filmes de qualidade em condições agradáveis de recepção. Os preços da sala são mais baratos que os praticados no mercado e sua programação é especial, uma vez que voltada para o melhor do cinema contemporâneo mundial, independentemente de interesses econômicos.

Confira a programação completa do Cine Cultura no mês dezembro em nosso blog e redes sociais.

Divulgue e Participe!

Serviço:

Reabertura Cine Cultura  –  Sala Eduardo Benfica

Data: À partir de 7 de dezembro de 2012

Filmes em cartaz: La Vida Útil – Um conto de cinema de Federico Veiroj (Uruguai, 2010, 67’.)

L’Apollonide – Os Amores da Casa de Tolerância de Bertrand Bonello (França, 2011, 125’.),

Local: Centro Cultural Marietta Telles Machado, Praça Cívica, nº 2.

Horários das sessões: 18h30 e 20h30 (segunda a sexta)

17h e 19h (sábados, domingos e feriados)

Realização: Secretaria de Estado da Cultura de Goiás – Governo de Goiás

Informações:  cineculturagoias@gmail.com

(62) 3201 – 4646 | 4670 (Cine Cultura)

(62) 9217 – 1718 (Marcela Borela – direção Cine Cultura)

FACEBOOK: www.facebook.com/cineculturagoiania

TWITTER: @CineCulturaGO

 

Coletivo Cine Cultura recebe Diploma de Destaque Cultural do Ano de 2012

No último dia 21 de novembro, o Governo de Goiás e o Conselho Estadual de Cultura entregou, em solenidade ocorrida no Palácio das Esmeraldas, as Comendas Culturais do Estado. Na ocasião o Coletivo Cine Cultura – Associação de Amigos do Cine Cultura recebeu um dos Diplomas de Destaque Cultural do Ano de 2012, pela realização do projeto Cinealmofada.

O Cinealmofada exibiu ao longo do ano de 2012, 8 filmes de 7 nacionalidades, mobilizou um público médio de 250 pessoas por sessão e se consolidou como projeto de inovação da difusão cinematográfica pública de qualidade em Goiânia. Atualmente, o projeto encontra-se em  pausa em função do período chuvoso, mas retoma suas atividade em 2013, trazendo várias novidades aos seus espectadores e colaboradores.

 

Fotos: Paula Repezza