Arquivo mensal: fevereiro 2013

Cine Cultura divulga programação para mês de março

O Som ao Redor faz mais de 400 espectadores em 2 semanas e conquista sua 3a semana em cartaz no Cine Cultura. O mês ainda promete quatro estreias exclusivas e uma Mostra especial sobre a mulher no cinema. Goiânia merece!

 Programação MARÇO

1a semana – 1 a 7 de março

Cartaz_OSAR_Final_bx2Tendo em vista a enorme recepção e carinho por parte do público goianiense, O Som ao Redor continua em cartaz no Cine Cultura. Nesta primeira semana de março fica em ambas as sessões (18:30 e 21:00 horas) e permanece até o dia 7 de março. O filme alcançou, em apenas duas semanas, mais de 400 espectadores no Cine Cultura, um público bastante expressivo e que tende a crescer ainda mais nesta terceira semana em cartaz. O debate sobre o filme de Kleber Mendonça Filho e sua importância só crescem no Brasil e no mundo. O Som ao Redor acaba de ser consagrado como o Melhor Filme no Festival de Istambul, na Turquia, recebeu também o Prêmio de Melhor Filme Latino Americano pelo The New York Times, enquanto no Brasil chega aos 80 mil espectadores em circuito comercial. O filme já acumula mais de 10 prêmios, entre chancelas nacionais e internacionais.

2a semana – 8 a 14 de março

Era uma vez eu, Veronica - cartazDando continuidade à programação de março no Cine Cultura, na sexta-feira, dia 8, estreiam os filmes Era uma vez eu, Verônica, dirigido por Marcelo Gomes e Caminho Para o Nada, de Monte Hellman. Era Uma Vez eu Verônica, é mais um representante da chamada “primavera pernambucana”, e recebeu os prêmios de Melhor Filme e Melhor Atriz no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro em 2012. Caminho para o Nada por sua vez é um dos filmes mais importantes do cinema contemporâneo, verdadeiro testamento do lendário cineasta Monte Hellman para o cinema dos novos tempos. O filme esteve em competição no Festival de Veneza em 2011, passou despercebido pela Mostra “O Amor, a Morte e as Paixões” em 2012, e agora chega ao Cine Cultura para promover uma reflexão profunda sobre o cinema feito hoje no mundo. Os dois filmes permanecem em cartaz até o dia 14 de março.

Dia 11 de março o Cine Cultura abre espaço para o lançamento do curta-metragem My Brother de Raphael Gustavo da Silva, realizador da cidade de Goiânia. O evento acontece às 20h30. Neste dia não haverá exibição do filme Caminho para o Nada, mas haverá sessão normal de Era uma vez eu, Verônica.

 

3a semana – 15 a 21 de março

Super Nada - cartazAinda em março, de 15 a 21, o Cine Cultura exibe dois filmes nacionais, O Homem que Não Dormia dirigido por Edgard Navarro e Super Nada de Rubens Rewald. O Homem que Não Dormia é o retorno do grande Edgard Navarro ao cinema que sempre lhe foi caro. Num filme que mistura horror com lendas e figuras tipicamente folclóricas e oníricas do nordeste brasileiro, Navarro constrói um discurso tão contundente quanto o de O Som ao Redor, por exemplo, mas sua roupagem grotesca e subversiva fazem do filme uma experiência única dentro do cinema brasileiro recente. O mesmo pode-se dizer de Super Nada, vencedor do Prêmio de Melhor Ator para Marat Descartes no Festival de Gramado e do Prêmio de Melhor Filme no Festival do Rio em 2012, o filme é uma comédia sobre ser um artista marginal em São Paulo. É uma reflexão que na verdade abarca todo um sentido do que é ser artista, fora dos padrões da indústria no Brasil de hoje. É mais um filme que enche de fôlego o cinema nacional.

 

4a semana – 22 a 28 de março

Para fechar o mês, entre os dias 22 e 28, o Cine Cultura recebe a Mostra Mulheres no Cinema, realizada em parceria com a SEMIRA – Secretaria de Estado de Políticas para Mulheres e Promoção da Igualdade Racial. A Mostra tem entrada franca e vai discutir a representação da mulher e sua posição na sociedade. Serão sete filmes seguidos de debates sobre o tema que acontecerão sempre no horário das 19:30 horas.

Boas sessões à todos!

Serviço:

Programação Cine Cultura

Data: 1º a 28 de março de 2013

Local: Cine Cultura – Centro Cultural Marietta Telles Machado, Praça Cívica, nº 2.

Sessões ordinárias – R$ 8,00 e R$ 4,00 (meia entrada)

SEMIRA Mostra Mulheres no Cinema – ENTRADA FRANCA

Anúncios

“O Som Ao Redor” e “Barbara” estreiam nesta sexta (15), no Cine Cultura

O Cine Cultura estreia nesta sexta-feira (15) os filmes “Barbara”, do alemão Christian Petzold e “O Som Ao Redor”, dirigido pelo cineasta pernambucano Kleber Mendonça Filho. Os dois filmes permanecem em cartaz até o dia 28 de fevereiro.

De 15 e 21 de fevereiro o filme alemão “Barbara” será exibido na primeira sessão da noite, de segunda à sexta às 18h30, sábados e domingos às 17h. Nestes dias, na segunda sessão permanece em cartaz o filme nacional “O Som ao Redor”, com sessões de segunda à sexta às 20h30 e nos fins de semana às 17h. A partir de 22 de fevereiro “O Som Ao Redor” passa a ser exibido na primeira sessão e “Barbara” na segunda sessão da noite.

Na segunda feira (18), às 19h20, o Cine Cultura recebe o lançamento do curta-metragem “A Espera”, de Marco Ferreira. O evento tem entrada franca e neste dia não haverá sessão do filme “Barbara”.

 O Cine Cultura fica no Centro Cultural Marieta Telles Machado, na Praça Cívica, nº 2. Os ingressos custam R$ 4,00 (meia-entrada) e R$ 8,00 (inteira). Idosos não pagam.

Barbara

barbara2

O filme rendeu ao cineasta Christian Petzold o Urso de Prata no festival de Berlim em 2012, além de ter sido o candidato da Alemanha ao Oscar 2013. O longa fala sobre um período conturbado e marcante da história alemã, quando em 1980, Barbara (Nina Hoss), pediatra em um hospital a leste de Berlim, tenta fugir com a ajuda de seu amante, para a Berlim oriental após ser transferida para um hospital num pequeno vilarejo isolado. Ali, entretanto, ela recebe grande atenção do chefe do hospital, o que despertará nela uma grande dúvida.

O Som Ao Redor

cena-do-filme-o-som-ao-redor-1326304886450_615x300

O filme é uma das grandes surpresas do cinema nacional recente. Além de confirmar a força do cinema pernambucano contemporâneo, revela um novo olhar sobre o Brasil. Celebrado internacionalmente, o filme recebeu o prêmio especial do júri no Festival de Rotterdã na Holanda em 2012, os prêmios de melhor filme pelo júri popular e melhor diretor no Festival de Gramado. Foi ainda melhor filme na Mostra de São Paulo e nos festivais do Rio, Copenhague, Polônia e Sérvia. Ganhou ainda, por fim o prêmio de melhor filme latino-americano no festival de Nova York. O reconhecimento dos festivais e da crítica vem acompanhado da ótima recepção do público que já ultrapassou setenta mil espectadores no Brasil, número magnífico para um filme lançado gradativamente em número reduzido de salas, comparados aos grandes blockbusters brasileiros. O filme traz o cotidiano de uma rua de classe-média na zona sul do Recife, que acaba tomando um rumo inesperado após a chegada de uma milícia que oferece a paz de espírito da segurança particular. A presença desses homens traz tranquilidade para alguns, e tensão para outros, numa comunidade que parece temer muita coisa. Enquanto isso, Bia, casada e mãe de duas crianças, precisa achar uma maneira de lidar com os latidos constantes do cão de seu vizinho. Uma crônica brasileira, uma reflexão sobre história, violência e barulho.

 Acesse o link e confira a programação completa: www.cineculturagoias.wordpress.com/programacao/

Serviço:

Cine Cultura – Estreias 15 de fevereiro

Filmes:

– Barbara, de Christian Petzold;

– O Som Ao Redor, de Kleber Mendonça Filho;

Em Cartaz: 15 a 28 de fevereiro

Ingressos: R$ 4,00 (meia) R$ 8,00 (inteira)

Local: Cine Cultura – Centro Cultural Marietta Telles, Praça Cívica, nº 2.

Cine Cultura fecha no carnaval para ajustes técnicos

O Cine Cultura entra em recesso na semana de carnaval para a realização de ajustes técnicos e treinamento de pessoal, não haverá sessões entre os dias 8 e 14 de fevereiro. A sala retorna com suas atividades na sexta-feira (15/02) trazendo duas grandes estreias, o filme alemão Bárbara, de Christian Petzold, vencedor do Urso de Prata no Festival de Berlim, e O Som ao Redor, produção nacional fenômeno de público e de crítica dirigida por Kleber Mendonça Filho. Os dois filmes permanecem em cartaz até o fim de fevereiro. Acesse o link e confira a programação completa do Cine Cultura para o mês de fevereiro: https://cineculturagoias.wordpress.com/programacao/

[Votação] Escolha qual filme quer rever na Mostra Iconoclássicos

A Mostra Iconoclássicos, que acontece no Cine Cultura desde sexta-feira (1), traz cinco filmes brasileiros sobre artistas contemporâneos do país. A seleção de filmes traz documentários sobre o músico e compositor Itamar Assumpção, o artista plástico Nelson Leirner, o dramaturgo José Celso Martinez Corrêa e o cineasta Rogério Sganzerla. E também uma adaptação do livro Catatau, do poeta Paulo Leminski.

Os filmes a serem exibidos nos dias 6 e 7 de fevereiro serão escolhidos pelo público. Sendo assim, convidamos todos a participar da enquete abaixo, votando no filme que deseja rever nos dois últimos dias da Mostra.

O filme mais votado pelo público será exibido na segunda sessão de quinta-feira (7/2) e o segundo mais votado na quarta (6/2), também na segunda sessão. A votação se encerra às 15h do dia 6 de fevereiro.

Mostra Iconoclássicos é gratuita e pode ser conferida na 2a sessão da noite no Cine Cultura, às 20h30.

Confira as sinopses dos filmes da Mostra Iconoclássicos:

Ex Isto

Cao Guimarães, Minas Gerais, 86 min, 2010

ex-isto-filme

Um filme livremente inspirado na obra Catatau, de Paulo Leminski. O poeta imaginou uma hipótese histórica: “E se René Descartes tivesse vindo ao Brasil com Maurício de Nassau?”. Interpretado por João Miguel, o personagem envereda pelos trópicos, selvagem e contemporâneo, sob o efeito de ervas alucinógenas, investigando questões da geometria e da ótica diante de um mundo absolutamente estranho.

Classificação Indicativa: 14 anos

_________________________________________

Mr. Sganzerla – Os Signos da Luz

Joel Pizzini, Rio de Janeiro, 90 min, 2011

243716

Filme-ensaio que recria o ideário do cineasta Rogério Sganzerla por meio dos signos recorrentes em sua filmografia: Orson Welles, Noel Rosa, Jimi Hendrix e Oswald de Andrade. O método de criação, a musicalidade do olhar, o estilo inovador na montagem, o duo com Helena Ignez que revolucionou a mise en scène no cinema, a parceria com Júlio Bressane na produtora Belair e a atitude iconoclasta do diretor atravessam o filme numa linguagem que se contamina com a dicção vertiginosa do artista. Narrado em primeira pessoa, a partir de imagens raras e situações encenadas, hoje com personagens-chave de sua obra, Mr. Sganzerla – Os Signos da Luz revela a cosmovisão do autor catarinense, refletindo sobre seu percurso inventivo.

Classificação Indicativa: 14 anos

_________________________________________

Daquele Instante em Diante

Rogério Velloso, São Paulo, 110 min, 2011

 Daquele-Instante-em-Diante-Foto-Frame-do-FilmeDocumentário que percorre a trajetória musical do Nego Dito Itamar Assumpção, desde os anos da Vanguarda Paulista na década de 1980 até a sua morte aos 53 anos. Com depoimentos daqueles que conviveram com o artista, o filme reúne uma seleção de imagens raras garimpadas em acervos e arquivos particulares, que mostram sua presença antológica nos palcos e momentos de intimidade entre amigos e familiares.

Classificação Indicativa: 12 anos

_________________________________________

Assim É, se Lhe Parece

Carla Gallo, São Paulo, 75 min, 2011

 49203-970x600-1O artista plástico Nelson Leirner revela-se neste documentário despojado sobre a rotina e a intimidade de um criador iconoclasta. “Eu não queria ser artista, eu não queria ser nada”, afirma, ironicamente, ao relembrar sua trajetória. Avesso à formação e aos preceitos tradicionais das academias de arte, apropriou-se com liberdade e sem preconceitos das informações e ferramentas que lhe serviram para a criação artística.

Classificação Indicativa: 12 anos

_________________________________________

EVOÉ! Retrato de um Antropófago

Tadeu Jungle e Elaine Cesar, São Paulo, 104 min, 2011

foto-ze-celso

Um filme que articula de forma labiríntica depoimentos recentes e imagens históricas da carreira do diretor, ator e dramaturgo José Celso Martinez Corrêa, do Teatro Oficina. O documentário adquiriu o seu verbo principal em quatro viagens a pontos-chave da trajetória de Zé Celso: Sertão da Bahia; Praia de Cururipe, em Alagoas; Epidaurus e Atenas, na Grécia; e em sua casa, em São Paulo. Um olhar particular e multifacetado de uma das maiores personalidades das artes do Brasil de todos os tempos.

Classificação Indicativa: 16 anos

Cine Cultura anuncia sua programação para o mês de fevereiro

O mês de fevereiro na charmosa sala de cinema localizada na Praça Cívica vai ser animado e diversificado.

1a  quinzena: Mostra Iconoclássicos e “Ha Ha Ha”

Começa amanhã, dia 1o, a Mostra Iconoclássicos, parceria com o Itaú Cultural que exibe cinco filmes brasileiros sobre artistas contemporâneos do país, faz debates com artistas locais e coloca filmes em votação nos últimos dois dias da mostra, para o público escolher. A Mostra Iconoclássicos é gratuita e pode ser conferida sempre na 2a sessão da noite no Cine Cultura, em dias de semana as 20h30 e finais de semana as 19 horas.

Também a partir de amanhã, primeira sexta-feira do mês, o filme Ha Ha Ha, do sul-coreano Hong Sang-soo, começa sua segunda semana em cartaz no Cine Cultura. O filme muda de horário na programação podendo ser visto na 1a sessão do dia: de segunda a sexta as 18h30 e sábados e domingos as 17 horas.

cartaz-de-hahaha-de-hong-sang-soo-1356639765437_956x500Vencedor do prêmio principal da sessão Un Certain Regard do Festival de Cannes 2010, Ha Ha Ha do sul-coreano Hong Sang-soo, traz a história de Jo Moon-Kyeong, um diretor de cinema que faz uma viagem para uma pequena cidade costeira de Tongyeong, na Coreia do Sul. Lá ele encontra um amigo, o crítico de cinema Jong-sik Bang, e os dois se sentam para conversar e tomar algo. Durante a conversa, eles falam sobre uma viagem que fizeram para o mesmo lugar, e acabam por descobrir que conheceram as mesmas pessoas: um poeta e guia cultural e uma encantadora mulher.

No carnaval, a partir do dia  8, sexta, o Cine Cultura fecha para ajustes técnicos e treinamento de pessoal. Não haverá sessões no Cine Cultura por uma semana, até 14 de fevereiro. Já na próxima sexta, dia 15, voltam a acontecer estreias na sala de cinema.

 

2ª quinzena: “O Som ao Redor” e “Barbara”

No dia 15 de fevereiro, sexta-feira, estreiam dois filmes no Cine Cultura. O brasileiro O Som ao Redor, fenômeno de público e de crítica, e o alemão Barbara, premiado em Berlim.

cena-do-filme-o-som-ao-redor-1326304886450_615x300O filme brasileiro O Som ao Redor é uma das grandes surpresas do cinema nacional recente. Além de confirmar a força do cinema pernambucano contemporâneo, revela um novo olhar sobre o Brasil, suas idiossincrasias e paradigmas. Celebrado internacionalmente, o filme recebeu o prêmio especial do júri no Festival de Rotterdã na Holanda em 2012, os prêmios de melhor filme pelo júri popular e melhor diretor no Festival de Gramado. Foi ainda melhor filme na Mostra de São Paulo e nos festivais do Rio, Copenhague, Polônia e Sérvia. Ganhou ainda, por fim o prêmio de melhor filme latino-americano no festival de Nova York. O reconhecimento dos festivais e da crítica vem acompanhado da ótima recepção do público que chega a quase sessenta mil espectadores no Brasil, número magnífico para um filme lançado gradativamente em número reduzido de salas, comparados aos grandes blockbusters brasileiros.

BarbaraA outra estreia programada para o dia 15 de fevereiro é o filme alemão Barbara dirigido por Christian Petzold, um dos grandes cineastas do cinema alemão contemporâneo e roteirizado em parceria com o grande cineasta e historiador Harun Farocki. O filme ganhou o Urso de Prata no festival de Berlim em 2012, além de ter sido o candidato da Alemanha ao Oscar 2013. Fala sobre um período conturbado e marcante da história alemã, quando em 1980, Barbara (Nina Hoss), cirurgiã pediátrica em um hospital a leste de Berlim, tenta fugir com a ajuda de seu amante, para a Berlim oriental após ser transferida para um hospital num pequeno vilarejo isolado. Ali, entretanto, ela recebe grande atenção do chefe do hospital, o que despertará nela uma grande dúvida.

Acesse o link e confira a programação completa: https://cineculturagoias.wordpress.com/programacao/

Serviço:

Programação do mês de fevereiro no Cine Cultura

Data: 1 a 28 de fevereiro de 2013

Local: Cine Cultura – Centro Cultural Marietta Telles Machado, Praça Cívica, nº 2.

Mostra Iconoclássicos – ENTRADA FRANCA

Sessões ordinárias – ingressos R$ 8,00 e R$ 4,00 (meia entrada)