Arquivo do autor:Cine Cultura

Atualizações: COVID-19

SaudeCorona

Seguindo os decretos do Governo do Estado de Goiás, as sessões do Cine Cultura permanece suspensas.

Para se manter informado sobre a pandemia causada pela Covid-19 e as orientações para o estado de Goiás, acompanhem:

Instagram do Governo de Goiás: @governogoias

Instagram da Secult – GO: @secultgoias

E também o site do Ministério da Saúde: saude.gov.br/coronavirus

Comunicado: sessões suspensas até 28/03/2020

CineCultura_suspenso_ate28marco

As unidades da Secretaria de Cultura de Goiás – Secult/GO terão suas atividades suspensas até dia 28/03, assim como os eventos culturais públicos e privados. Os eventos programados serão reagendados e as novas datas divulgadas assim que forem definidas. A decisão do Governo foi tomada em razão da pandemia do novo corona vírus e como medida de segurança e cuidado com a saúde do público, artistas, funcionários e de toda equipe envolvida nos trabalhos.

Agradecemos a compreensão.

COMUNICADO

Comunicado_Pandemia

 

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult Goiás), comunica o cancelamento de toda a sua programação deste final de semana, entre 13 e 15 de março.

Estarão fechadas as unidades da Pasta: Arquivo Histórico Estadual, Biblioteca Braille, Biblioteca Estadual Pio Vargas, Centro Cultural Martim Cererê, Cine Cultura, Cine Teatro São Joaquim, Escola de Artes Visuais, Galeria de Artes, Frei Nazareno Confaloni, Galeria Sebastião dos Reis, Gibiteca Jorge Braga, Museu da Imagem e do Som de Goiás, Museu de Arte Contemporânea (MAC), Museu Ferroviário de Pires do Rio, Museu Pedro Ludovico, Museu Zoroastro Artiaga, Orquestra de Violeiros, Orquestra Filarmônica de Goiás, Palácio Conde dos Arcos, Teatro de Pirenópolis,Teatro Goiânia e Vila Cultural Cora Coralina.

A decisão foi tomada em razão da pandemia do novo coronavírus e como medida de segurança e cuidado com a saúde do público, dos artistas, funcionários e de toda a equipe de trabalho envolvida nas apresentações.

Os eventos serão reagendados e as novas datas divulgadas assim que forem definidas.

09 a 13/03/2020: ANTOLOGIA DA CIDADE FANTASMA, INAUDITO, Mostra DOS CALOS NA FALA e O FILME DO BRUNO ALEIXO

PROGRAMAÇÃO: 09/03 a 13/03

 

09a13março

 

Além dos filmes em cartaz, de segunda a sexta teremos a imperdível “Dos calos na fala: Mostra de filmes e debates sobre violência contra a mulher“, realizada em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social. Tem clássicos de Buñuel e Fassbinder, tem filmes contemporâneos do Brasil e da Grécia, e, para finalizar, tem filme argentino celebrando a liberdade e o erotismo da mulher.

15h00 – ANTOLOGIA DA CIDADE FANTASMA

17h00 – INAUDITO

19h00 – “Dos calos na fala: Mostra de filmes e debates sobre violência contra a mulher“. Entrada gratuita. Para consultar a programação, clique aqui.

21h00 – Apenas nos dias 12 e 13: O FILME DO BRUNO ALEIXO

***

Sessões comerciais:

1) ANTOLOGIA DA CIDADE FANTASMA (Canadá, 2019, 97 min, 14 anos, dir: Denis Côté)

Simon Dubé morre em um acidente de carro em Irénée-les-Neiges, cidade pequena e isolada com uma população de 215 habitantes. Algo desce lentamente sobre a região. Nesse período de luto e nessa neblina, estranhos começam a aparecer. Quem são eles?

2) INAUDITO (2020, Brasil, 88 min, 14 anos, dir: Gregório Gananian)

Documentário realizado com Lanny Gordin, guitarrista fundamental da Tropicália, que “eletrizou” Gal Costa, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Jards Macalé, dentre outros. Lanny nos revela o seu processo libertário de composição e pensamento atual, embarcando em uma insólita odisseia pelo Brasil e pela China, seu país de nascimento.

3) O FILME DO BRUNO ALEIXO (Portugal, 2020, 92 min, 14 anos, dir: João Moreira e Pedro Santo)

Bruno Aleixo é convidado a escrever o roteiro de seu filme biográfico e, apesar de sempre ter as melhores ideias, acaba pedindo ajuda a seus amigos Busto, Bussaco e Renato. A partir disso, se desenvolve uma espécie de brainstorm sem sentido em que as sugestões se concretizam na tela. Sucesso na internet, o cachorro-ewock português agora chega aos cinemas brasileiros.

***

Films da “Dos calos na fala: mostra de filmes e debates sobre violência contra a mulher”:

1) A BELA DA TARDE (França, 1967, 16 anos, 100 min, dir: Luis Buñuel)

*Debate pós-sessão com Ana Rita de Castro (Presidenta do CONEM).

A bela e jovem dona de casa Severine Serizy (Catherine Deneuve) não consegue conciliar suas fantasias masoquistas com a vida cotidiana ao lado do zeloso marido Pierre. Quando seu amigo Henri menciona um secreto bordel de classe alta, dirigido por Madame Anais, Severine decide visitá-lo e, eventualmente, passa a trabalhar lá durante o dia sob o nome de Bela da Tarde.

2) BARONESA (Brasil, 2017, 16 anos, 70 min, dir: Juliana Antunes)

*Debate pós-sessão com Priscilla Menescal
Mestre em Psicologia – UFG.

Andreia quer se mudar. Leid espera pelo marido preso. Vizinhas em um bairro na periferia de Belo Horizonte, elas tentam se desviar dos perigos de uma guerra do tráfico e evitar as tragédias trazidas junto com a chuva.

3) MISS VIOLENCE (Grécia, 2013, 18 anos, 98 min, dir: Alexandro Avranas)

*Debate pós-sessão com a professora Lívia Gomes dos Santos (Psicologia UFG)

No dia de seu aniversário de 11 anos, Angeliki pula da sacada e morre com um sorriso no rosto. Qual é o segredo que Angeliki guardou com ela?

4) MARTHA (Alemanha, 1974, 14 anos, 116 min, dir: Rainer W. Fassbinder)

Após a morte do seu pai dominador, a bibliotecária Martha casa-se com um rico empresário. Em pouco tempo, se torna vítima da personalidade fria, cruel e perversa de seu marido.

5) AS FILHAS DO FOGO (Argentina, 2019, 18 anos, 115 min, dir: Albertina Carri)

Três mulheres começam uma jornada poliamorosa em busca de prazer, diversão e novas formas de relação. Através de suas anotações, Violeta nos conta sobre as aventuras das Filhas do Fogo: um grupo de mulheres em busca de seu próprio erotismo.

***

Apoio:
– Zeta Filmes
– Vitrine Filmes
– Esfera Filmes
– Instituto Goethe e Embaixada da República Federativa da Alemanha.
.
O Cine Cultura é uma unidade da Secretaria de Cultura de Goiás.
.
Ingresso sessões comerciais: R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia). Apenas dinheiro. Às segundas todo mundo paga meia. Pedimos gentilmente que evitem notas altas, facilitando o troco e o fluxo da bilheteria. Obrigado.

09 a 13/03/2020: DOS CALOS NA FALA: Mostra de filmes e debates sobre violência contra a mulher

Em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social, de 09 a 13 de março receberemos a “Dos calos na fala: mostra de filmes e debates sobre violência contra a mulher”.

 

Dos Calos na Fala - Mostra violencia contra mulher

A programação conta com cinco longas que abordam o tema direta ou indiretamente, com debate após as sessões dos dias 09, 10 e 11.

A entrada é gratuita.

Pedimos atenção às classificações indicativas de cada filme.

1) A BELA DA TARDE (França, 1967, 16 anos, 100 min, dir: Luis Buñuel)

*Debate pós-sessão com Ana Rita de Castro (Presidenta do CONEM).

A bela e jovem dona de casa Severine Serizy (Catherine Deneuve) não consegue conciliar suas fantasias masoquistas com a vida cotidiana ao lado do zeloso marido Pierre. Quando seu amigo Henri menciona um secreto bordel de classe alta, dirigido por Madame Anais, Severine decide visitá-lo e, eventualmente, passa a trabalhar lá durante o dia sob o nome de Bela da Tarde.

2) BARONESA (Brasil, 2017, 16 anos, 70 min, dir: Juliana Antunes)

*Debate pós-sessão com Priscilla Menescal
Mestre em Psicologia – UFG.

Andreia quer se mudar. Leid espera pelo marido preso. Vizinhas em um bairro na periferia de Belo Horizonte, elas tentam se desviar dos perigos de uma guerra do tráfico e evitar as tragédias trazidas junto com a chuva.

3) MISS VIOLENCE (Grécia, 2013, 18 anos, 98 min, dir: Alexandro Avranas)

*Debate pós-sessão com a professora Lívia Gomes dos Santos (Psicologia UFG)

No dia de seu aniversário de 11 anos, Angeliki pula da sacada e morre com um sorriso no rosto. Qual é o segredo que Angeliki guardou com ela?

4) MARTHA (Alemanha, 1974, 14 anos, 116 min, dir: Rainer W. Fassbinder)

Após a morte do seu pai dominador, a bibliotecária Martha casa-se com um rico empresário. Em pouco tempo, se torna vítima da personalidade fria, cruel e perversa de seu marido.

5) AS FILHAS DO FOGO (Argentina, 2019, 18 anos, 115 min, dir: Albertina Carri)

Três mulheres começam uma jornada poliamorosa em busca de prazer, diversão e novas formas de relação. Através de suas anotações, Violeta nos conta sobre as aventuras das Filhas do Fogo: um grupo de mulheres em busca de seu próprio erotismo.
.
O Cine Cultura é uma unidade da Secretaria de Cultura de Goiás.

Apoio:
– Zeta Filmes
– Vitrine Filmes
– Esfera Filmes
– Instituto Goethe e Embaixada da República Federativa da Alemanha.

03/03 a 08/03/2020: O FILME DO BRUNO ALEIXO, VIVER LÁ, ANTOLOGIA DA CIDADE FANTASMA, INAUDITO, PARASITA e CLÉO DAS 5 ÀS 7

PROGRAMAÇÃO: 03/03 a 08/03

Lembrando que abrimos normalmente aos sábados e domingos.

Atenção para os dias específicos na sessão de 17h.

 

03a08março

 

São três estreias: a insana comédia portuguesa O FILME DO BRUNO ALEIXO; o documentário INAUDITO, que se envolve de maneira extremamente envolvente com o processo criativo e a relação musical de Lanny Gordin, guitarrista ícone da Tropicália; e o suspense atmosférico de ANTOLOGIA DA CIDADE FANTASMA.

Além disso, no Dia da Mulher (domingo 08/03) realizaremos uma sessão muito especial de CLÉO DAS 5 ÀS 7, da grande Agnés Varda, cineasta francesa que sabia filmar com muito desejo de vida. Esta sessão conta com o apoio da Aliança Francesa Goiânia e a entrada é gratuita.

***

1) O FILME DO BRUNO ALEIXO (Portugal, 2020, 92 min, 14 anos, dir: João Moreira e Pedro Santo)

Bruno Aleixo é convidado a escrever o roteiro de seu filme biográfico e, apesar de sempre ter as melhores ideias, acaba pedindo ajuda a seus amigos Busto, Bussaco e Renato. A partir disso, se desenvolve uma espécie de brainstorm sem sentido em que as sugestões se concretizam na tela. Sucesso na internet, o cachorro-ewock português agora chega aos cinemas brasileiros.

2) VIVER LÁ (Chile/Brasil, 2020, 70 min, Livre, dir: Javiera Veliz Fajardo)

Seria possível que vento, os pássaros, o calor, simplesmente desapareçam de um dia para o outro? Totoral é uma peculiar vila que vai embora por trás das colinas onde está localizada e permanece esquecida e intocada ao restante do mundo. O que, para muitos, poderia ser considerado uma maldição, para outros é uma dádiva.

3) ANTOLOGIA DA CIDADE FANTASMA (Canadá, 2019, 97 min, 14 anos, dir: Denis Côté)

Simon Dubé morre em um acidente de carro em Irénée-les-Neiges, cidade pequena e isolada com uma população de 215 habitantes. Algo desce lentamente sobre a região. Nesse período de luto e nessa neblina, estranhos começam a aparecer.

4) INAUDITO (2020, Brasil, 88 min, 14 anos, dir: Gregório Gananian)

Documentário realizado com Lanny Gordin, guitarrista fundamental da Tropicália, que eletrizou Gal Costa, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Jards Macalé, dentre outros. Lanny nos revela o seu processo libertário de composição e pensamento atual, embarcando em uma insólita odisseia pelo Brasil e pela China.

5) PARASITA (2019, Coreia do Sul, 131 min, 16 anos, dir: Joon-ho Bong)

Todos os quatro membros da família Ki-taek estão desempregados, porém uma obra do acaso faz com que o filho adolescente comece a dar aulas privadas de inglês à rica família Park. Fascinados com o estilo de vida luxuoso, os quatro bolam um plano para se infiltrar nos afazeres da casa burguesa.

6) CLÉO DAS 5 ÀS 7 (1962, França, 90 min, 14 anos, dir: Agnés Varda)

Cleo, cantora e hipocondríaca, fica cada vez mais preocupada com o fato de ter câncer enquanto aguarda os resultados dos exames de seu médico.
.
O Cine Cultura é uma unidade da Secretaria de Cultura de Goiás.
.
Ingresso: R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia). Apenas dinheiro. Às segundas todo mundo paga meia. Pedimos gentilmente que facilitem o troco e evitem notas altas, ajudando assim o trabalho de bilheteria. Agradecemos a compreensão.